Sweet Heart
SEJA BEM VINDO!
O Sweet Heart está aberto pra você, leia, comente e aproveite! path; Painel | Me siga
Bloqueei, e agora?
Sabe quando sentimos que nunca vamos conseguir fazer certa coisa novamente? Pois é! Estou falando disso, desse "negocio" de não conseguir mais fazer ou agir de certa forma, de se auto-bloquear em vários sentidos. Na vida, a gente se decepciona muito... E creio que todo mundo já pensou em mudar, em não fazer mais isso ou aquilo, em deixar pra lá, começar de novo e no final, terminou fazendo tudo igual. É complicado, a gente faz muita promessa pra pouca vontade de cumprir. Acredita-se que isso acontece com 99,9 % das pessoas no mundo inteiro. Então, pra quê se crucificar? Pra quê se culpar, dizer que está errado e que "Isso só acontece comigo!!!"? Não é não. Temos fraquezas e, se não for agora, vai ser mais tarde, se não for pra acontecer, não tem jeito... Temos que aprender a aceitar, e se tiver um jeitinho a dar pra mudar, a gente tenta e vê no que vai dar. Eu procuro pensar dessa forma, não brigo muito por pouca coisa, porque eu sei que não vale a pena. Desilusão, seja ela amorosa ou não é coisa da vida, acontece e não tem como evitar, aliás, TEM SIM! Mas, a gente quase sempre não evita e é até bom, a gente aprende. 

Olá minhas leitoras, tudo certo? Espero que sim! Estou voltando aos poucos com as postagens, vamo que vamo! Carnaval terminou hoje aqui em Salvador, agora sim o ano pode começar, rs. Beijão =*

Marcadores: , , , ,


Posted at 23:27 | 0 comments
I'm back!!!

Que cheiro de poeira ein?! Pois é. O blog estava muuuuuito atrasado e sem nenhuma atualização desde o ano passado. Parece que esqueci que ele existia e comecei a me dedicar há outros projetos, sem ter tempo de vim aqui, aonde sempre foi meu espaço. Cheguei até a deixar algumas postagens prontas, mas terminava que deixava de lado e esquecia mesmo de postar, infelizmente. Coloquei um layout novo e espero que esteja  o mais clean possível, já que não quero nada muito carregado, nem cheio de "não me toque", rs. Essa postagem é só pra reativar o Sweet Heart, que está de cara nova e espero que tudo novo! 

Leitoras, ainda vou colocar os seguidores no layout novo, é que não deu tempo! Não vejo a hora de contar as novidades e visitar o blog de cada uma de vocês, um beijo!

Marcadores: , ,


Posted at 03:34 | 0 comments
Don't judge me

Então, começando a escrever escutando um cover de uma das músicas do meu cantor preferido. O nome da música é "Don't judge me" que quer dizer: Não me julgue. Eu estava aqui escutando pela miléssima vez e decidir escrever, não sei bem porque mais fiquei emocionada com a letra, com a melodia, com tudo... Minha mente fez um flash back de muita coisa e me fez ver que com certeza, aonde estou agora, estou bem melhor. Lembro de quando escrevi no blog que estava super feliz por ter realizado a minha festa de 15 anos e olhe só, aqui estou  "perto" dos 18 e na faculdade. É interessante sabe?! Você entender como o tempo passou rápido e tudo na sua vida se transformou. Vira e mexe eu escrevo sobre isso aqui no blog, sobre mudança de tempo e putz, quanta coisa a gente vive e nem se dá ao dispor de prestar a atenção. Eu passei por mil layouts pra chegar nesse aqui de hoje, passei por tanta coisa, passei por dificuldades comigo mesma pra tentar entender coisas que hoje em dia sei que não são compreensíveis, como mais outro milhão de coisas que a gente não consegue explicar pra nós nem pra ninguém!  E o que me fez começar a escrever isso aqui, foi aquela velha culpa de estar em falta com algo ou alguma coisa e sei que por esse meu jeito assim, vivo em falta com muita gente. Deixo de amar, deixo de demonstrar, deixo de devolver o mesmo carinho que as pessoas tem por mim e a maioria não percebe que isso é deficiência de um passado que me fez ser assim. Eu juro que aos poucos estou tentando fazer o melhor, estou tentando mudar em relação a isso, mas só a isso mesmo. Sobre as coisas ruins que aconteceram há alguns meses, eu não apaguei daqui o que escrevi enquanto estava feliz e nem o que escrevi enquanto estava chateada e magoada, pelo contrário, literalmente vai ficar arquivado como experiência. E é isso aí, a gente tenta né?! 

É muito triste pra mim saber que não tenho mais aquela inspiração monstra de postar todos os dias ou pelo menos uma vez na semana. Abandonei isso aqui de verdade e agora me dou conta disto, porém, sempre que eu puder vou vim aqui fazer um resumo dos meus últimos momentos, sei lá. Beijo pra quem lê.

Marcadores: , ,


Posted at 16:42 | 0 comments
Fenix
(...) E eu que cheguei a pensar que estava num abismo, aonde eu só fazia descer e descer e jamais acharia um impulso. Que nada. E logo aviso no começo do post que estou estravazando. Pois é, eu aqui estou bem mais feliz do que há mais ou menos um mês atrás, quando me lamentava por coisas que não mereciam nem um pouco da minha atenção, claro que a gente só percebe a merda depois que faz, na maioria das vezes, mas antes tarde do que nunca, não é mesmo? Quando me vi aqui, parada no tempo esperando os dias passarem e não fazendo nada pra mudar minha situação, putz... Resolvi correr atrás do prejuizo enquanto era tempo. Vamos lá. Resolvi refazer minha prova do vestibular, pra entrar em outra faculdade. Entrei na academia (o que está fazendo com que meus dias sejam melhores e minha auto-estima cresça muuuu..ito!), resgatei amizades e coloquei meu sorriso de volta. No meu último post, eu relatei o porque da minha tristeza e o tamanho da minha decepção, porém, eu quero é que isso fique arquivado, como experiência e nada mais do que isso. Estou mais confiante e sei que não estou com um ante-roubos de coração, lógico! Porém, eu estou me permitindo pensar diferente e ousar mais em muitas coisas que antes eu me reservava por puro, capricho. Mereço ne? 17 anos da minha vida e preciso com certeza dar um UP nisso. Já estou começando. Vim aqui no meu blog pessoal, já que posto em outro blog também semanalmente, pra atualizar um pouco da minha vida, já que sei que futuramente eu vou ler isso aqui e ver o quanto de experiência já tive. Tô construindo tudo de novo porque eu sei que sou capaz de fazer isso. E vamos, que vamos!

Bem, esse foi um Update dos meus últimos dias. Continuo sem vim postar com tanta frequência e nem vou prometer que venho aqui sempre e bla bla, mas, tentarei. Beijo!

Marcadores: , , ,


Posted at 01:12 | 1 comments
O melhor dos piores
Merda. A vida é mesmo uma merda. Eu já começo o post dizendo que esse não é um dos melhores e sim um dos piores posts que já escrevi na minha vida. Sim, porque a sensação que estou sentindo agora, é única. Táquêpareo, eu sinceramente acho que não mereço o que tem acontecido comigo, sério... Desisto disso de amor, sabe? E desse vez é promessa pra durar por muito tempo, até eu casar (se eu casar). Não consigo acreditar que é possível isso, um cara, uma menina, um sentimento e, por um fato incosequente da parte dele (que por sinal é um cachorro, sem vergonha, puto e tudo que há de mais ruim na terra) tudo tenha sido derramado no ralo da pia da cozinha. Ainda não caiu a ficha pra mim, ainda não sei bem como definir o que estou sentindo no momento, acho que preciso de um tempo pra digerir tudo isso.. E ao escrever essas próximas linhas, estarei chorando, porque não sou concreto, apesar de parecer ou querer parecer assim. Das minhas desilusões amorosas e das minhas aventuras, essa ganhou o Oscar de melhor decepção de todos os tempos. O cara merecia mesmo um Grammy Latino, de Melhor Ator. Eu sei que mulher é bicho besta e por qualquer merdinha já fica mole, feito manteiga na panela, mas eu bem que resisti pra caramba até chegar aonde chegou, pra quê? Meu Deus, pra quê! Sou daquelas que não liga pra ciúme bobo, que não reclama tanto das amizades, que não quer ter o menino prezo numa coleira.. E falando em menino, era menino mesmo, com todas as letras. Homens não fazem esse tipo de coisa, ou até fazem, mas depois que fazem a merda, vem limpar o lugar e assumir o que fez. Lembrando da cena, de como foi a cara dele.. Sei não ein, acho que ainda deveria ter falado mais, ter colocado tudo pra fora, mas creio que fiz quase tudo que queria fazer e falar, já que tudo o que eu falasse era poesia perto do que ele realmente merecia ouvir. A reação? Nenhuma. Era só desculpas pra lá, pra cá, não faça isso, não faz assim, bla blá. Vai a merda... Eu sei bem o que estou passando pra tentar arrancar com uma pá de pedreiro esse sentimento daqui de dentro, sei o quanto eu não merecia ter passado por isso, o quanto cada lágrima que derramei e estou derramando vale, sei que nenhum sofrimento meu vai mudar o que aconteceu e que de alguma forma, eu vou ter que superar e seguir em frente, como eu sempre fiz. Não é fácil e nunca vai ser, quando tem sentimento no meio, mas a gente bem que tenta. Perdoar? JAMAIS! Pô, dou valor ao perdão e acho que todo mundo merece uma segunda chance, exeto, pessoas covardes e que fazem coisas erradas por simples prazer, vontade própria, sem vergonha, na pura cara de pau. Puto, sim, você é um puto. Tô com raiva, porque ainda sinto algo e é claro que não faço milagre e não tem como não sentir nada, pois meu sentimento não foi descartável, não como o seu foi, quando não pensou duas em vezes em sacanear legal com a minha cara. Desculpas ta? Claro. Eu inocênte, não percebi no ar o que estava bem na minha frente, ou será que é porque eu ainda acredito na mudança das pessoas? Ninguém aí me condene, eu sei que estou errada e já deveria ter aprendido a lição de que as pessoas não mudam, nascem assim, vão ficar assim. É triste pra mim, mas uma decepção para a minha grande coleção. Porém, a vida segue.. O mundo não vai parar, o dolar vai continuar subindo (ou descendo), as mortes nas ruas acontecendo, uns rindo de mim, outros rindo comigo, e tudo segue. Só sei de uma coisa agora: Quero distância, de amor, de gente, de muito nhamnhamnham, nhem nhem nhem, de grude. Quero distância de tudo o que for me trazer alegria e depois for embora, deixando um rastro de saudade, de um pouquinho de amor.

Bem, esse post foi MUITO pessoal ein? Escrevi ele no dia 19/06/2012 e só estou postando agora, pra arquivar mais uma das minhas decepções (ou aprendizado?) mesmo. É isso.

Marcadores: , , ,


Posted at 01:16 | 0 comments

A blogueira
Facebook | Twitter
Pamela Oliveira, 18 anos, Salvador, Brasil.



Creditos
Base por : Blogskins / Pamela

- END -